Saúde e bem-estar
19
Dez

PREPARE-SE PARA A CONSULTA COM O CARDIOLOGISTA!

Avalie este item
(0 votos)

Que tal se preparar para a consulta com o cardiologista e ficar por dentro da sessão de perguntas que ele com certeza fará sobre a sua saúde e seus hábitos?

Se a visita ao cardiologista foi sugerida por causa da hipertensão ou do colesterol alto (problemas comuns entre os brasileiros), dá para pensar em alguns pontos que valem uma conversa mais prolongada. É ideal que você fixe sua atenção aos fatores de risco de desenvolver a doença cardíaca.

Cuidados com a alimentação; elementos hereditários; hábitos esportivos e exames de rotina estão entre os temas que devem ser abordados na consulta.

CONFIRA:

Atividade física

Os exercícios são sempre associados a uma vida saudável. Isso é verdade, mas pacientes que têm algum problema no coração precisam de acompanhamento redobrado. O médico deve pedir um teste ergométrico para ter certeza do tipo de treino que você pode realizar. Pergunte a ele sobre a intensidade dos exercícios e se é preciso usar algum aparelho para monitoramento dos batimentos.

Ingestão de gorduras

Os prejuízos das gorduras para a saúde cardiovascular são amplamente conhecidos. Isso porque elas formam placas que obstruem as artérias e podem levar ao infarto. Mas nem toda gordura é prejudicial, há aquelas que, inclusive, reduzem o colesterol ruim (é o caso do nutriente encontrado no azeite de oliva e nos peixes de água fria). Pergunte sobre elas ao seu médico e, se for o caso, fale com ele sobre a inclusão de uma nutricionista para acompanhar os seus hábitos alimentares.

Consumo de remédios

Há uma grande oferta de medicamentos disponíveis para controle da hipertensão, um dos principais problemas relacionados à saúde do coração. Em geral, a adaptação a eles é simples, desde que haja acompanhamento médico. Do contrário, há risco de vários efeitos colaterais, como edemas, tosse e cãibras (por serem diuréticas, algumas fórmulas reduzem demais os níveis sanguíneos de potássio). Uma consulta mensal é recomendada quando há problemas de adaptação.

Histórico de doenças cardíacas na família

Antes de ir ao médico, faça uma pesquisa na família e investigue se já houve casos de hipertensão, colesterol alto ou infarto entre vocês. Fale sobre isso com seu médico e pergunte se os riscos de que algum desses problemas atrapalhe sua saúde são maiores por causa dos fatores genéticos.

Visitas regulares ao cardiologista

Doenças cardíacas são progressivas, por isso é importante manter um acompanhamento regular. Pergunte ao seu médico sobre o intervalo necessário entre as consultas. Se você precisa apenas de um check-up, visitas anuais bastam. O controle do colesterol e da pressão arterial demanda, em ambos os casos, uma visita a cada três meses (quando os remédios passam a fazer efeito, o intervalo pode ser semestral).

Exames de rotina

O acompanhamento da saúde do coração depende de alguns exames periódicos. Pergunte a seu médico sobre os que você precisa fazer. A lista mais comum inclui hemograma completo, colesterol total e frações; glicemia; hemoglobina glicosilada; triglicérides; sódio, potássio e uréia; creatinina. Um eletrocardiograma é pedido para avaliar os batimentos cardíacos, enquanto um ecocardiograma com dopler serve para avaliar o tamanho e a função do músculo cardíaco em si. Um teste ergométrico avalia sua capacidade de esforço e é recomendado pra quem faz ou pretende começar atividades físicas ele também serve para detectar isquemias que, algumas vezes, só se manifestam quando o coração é exigido além de seu funcionamento no repouso.

Controle do peso

A obesidade é considerada um dos maiores fatores de risco para as doenças do coração. Faça uma avaliação para saber se você precisa de um regime para controlar o peso e pergunte ao seu médico sobre mudanças na alimentação que podem ajudar você de duas maneiras: perdendo os quilos extras e fortalecendo a saúde do músculo cardíaco. Legumes, frutas e cereais integrais, de forma geral, são boas pedidas.

Agora que você já está por dentro do assunto, agende sua consulta com o Dr. RODOLPHO POEYS LIMA (CRM 49956) que estará atendendo exclusivamente no consultório próprio do Plamhuv, a partir do dia 10 de janeiro de 2018 (todas as quartas-feiras, de 08 às 18h). 

NOVA SEDE DO PLAMHUV: Travessa Dr. Felício Brandi, 22, Lj 01, Centro/Viçosa (Ao lado do restaurante Charme Mineiro). (31) 39891-1800