Notícias

Engana-se quem pensa que produtividade significa fazer mais coisas em menos tempo. De acordo com Geronimo Theml, idealizador da Academia da Produtividade e do Programa Profissão Coach, “ser produtivo é fazer a mesma quantidade de tarefas, mas de uma forma melhor e mais equilibrada.” Pensando nisso, os especialistas deram dicas para aumentar a produtividade no trabalho:

1. Mensagens

Uma das maiores distrações que o profissional enfrenta durante o seu trabalho são as notificações de mensagens e e-mails.

“Desligue todos os avisos de mensagens que você pode receber durante uma tarefa. O bom é que você só veja esses recados depois que terminou o que precisava fazer”.

 2. Momento

Preocupar-se demais com tarefas que não podem ser resolvidas naquele exato momento só causa desgaste. “Esse tipo de hábito é um ladrão de energia. Por isso, também não recomendo que as pessoas olhem o celular logo que acordam”, diz Theml. De acordo com o especialista, esse tipo de costume aumenta os níveis de cortisol - hormônio do estresse - e o dia já começa ruim para a produtividade.

3. Planejamento

Colocar no papel as tarefas que devem ser realizadas durante a semana facilita o planejamento do profissional. É a partir dessa lista que ele consegue determinar quais são suas prioridades. “Com essas informações no papel, é possível determinar o padrão de ações que mais funciona para você. Isso faz com que seja cada vez mais fácil se organizar para aproveitar ao máximo a produtividade”, afirma Barbosa.

De acordo com Theml, “a sua lista de amanhã deve ser sua última tarefa de hoje. Se não houver um planejamento, as tarefas podem tomar conta de você e as prioridades acabam ficando de lado.”

4. Saúde

Uma boa noite de sono é essencial para que o profissional acorde com disposição para dar conta de suas tarefas.

“A pessoa que deseja aumentar sua produtividade deve consultar um nutrólogo ou endocrinologista para saber como estão suas vitaminas. Se necessário, o profissional deve fazer uma reposição para se manter saudável”, afirma.

5. Rotina

O começo do dia é determinante para a produtividade no trabalho. “O bom é separar a primeira hora do dia para si mesmo. Eu, por exemplo, costumo fazer alguma meditação ou atividade física. Às vezes, também leio um livro ou assisto algum TED”, afirma Theml. Os momentos em família ou com amigos também deve ser respeitados - mantendo o estresse longe.

 

É beneficiário PLAMHUV? Consulte a rede de médicos credenciados.
(31) 3891-1800 - www.plamhuv.com.br
PLAMHUV - Saúde é o mais importante

Apesar de comum, cuidar dos filhos, da casa e trabalhar fora não é tarefa fácil. As 24 horas do dia deixam de ser suficientes e, sem perceber, o desleixo consigo mesmo acaba tomando conta.

Quando isso acontece, é preciso parar tudo, respirar fundo e conscientizar-se de que manter uma alimentação equilibrada é imprescindível para dar conta do recado.

Separamos algumas dicas de lanches para levar pro trabalho e continuar no pique! Confira:

  • Suco detox: você pode fazer em casa e levar em uma garrafinha para o trabalho. Dá sensação de bem-estar, desintoxica o fígado e é supernutritivo. Bata no liquidificador: maçã, abacaxi, limão, linhaça e uma folha de couve.
     
  • Mix de frutas desidratadas e castanhas: basta misturar o que tiver em casa de frutas desidratadas e castanhas! A porção de um pires fornece minerais, aminoácidos importantes para o funcionamento do metabolismo e do cérebro. É só colocar as porções em saquinhos individuais e carregar na bolsa para qualquer hora do dia.
     
  • Abacate com mel e limão: o abacate é uma fruta incompreendida, na qual vale a pena investir. Rico em gorduras importantes e compostos bioativos, ele contribui para saciedade, controla a compulsão alimentar, diminui a resistência à insulina e reduz a circunferência abdominal – ou seja, ajuda a perder aquela barriguinha indesejada! Olha, que beleza!
     
  • Sanduíche de pão integral com pasta nuts: pasta nuts é feita com castanhas, óleo de coco, linhaça e mel. Um lanche e tanto! É só bater no processador, até virar uma pasta:
    • 200 g de nozes
    • 200 g de amêndoas
    • 200 g de castanha-do-pará
    • 20 ml de óleo de coco
    • Semente de linhaça a gosto e mel
       
  • Sanduíche ou torradas integrais com patê de tofu: o tofu é uma ótima fonte de proteína vegetal. Além disso, contém as isoflavonas da soja, nutriente importantíssimo para qualquer mulher - principalmente as que estão na pré-menopausa, pois diminui os sintomas ruins.
    • 120 g de tofu (½ pacote)
    • 5 unidades de tomates secos (conserva em azeite de oliva)
    • 3 colheres (sopa) de azeite de oliva
    • Sal, orégano, temperos a gosto
    • Água morna para dar o ponto
      Cozinhe o tofu no vapor até amolecer (cerca de 5 minutos). Ainda quente, bata o tofu no liquidificador com os outros ingredientes. Coloque os temperos a seu gosto. Acrescente água morna até a consistência desejada. Guarde na geladeira. Dica: o tomate seco pode ser substituído por cenoura ou beterraba cozidas.
       
  • Bolo de banana integral de aveia: rico em fibras e delicioso, uma fatia dele nos horários dos lanchinhos intermediários ajuda a manter a saciedade por mais tempo e fornece energia, além de ser rico em fibras, vitaminas e minerais. A banana também é fonte de triptofano, um aminoácido essencial para formação de serotonina (hormônio do bem estar). Anote a receita superfácil:
    • 5 bananas nanicas maduras
    • 1 cenoura
    • ½ xícara (chá) de óleo de canola
    • 3 ovos
    • 2 xícaras (chá) de aveia
    • ½ xícara (chá) de açúcar mascavo
    • Castanhas picadas, canela e linhaça a gosto
    • 1 colher (sopa)  de fermento em pó
      Bata as cenouras as bananas, os ovos e o óleo no liquidificador. Misture numa travessa os ingredientes secos. Depois, misture a massa batida no liquidificador. Coloque no forno para assar.
       

Se não tiver tempo, mesmo...

Algumas comidinhas rápidas já vêm prontas da natureza e são uma mão na roda, tais como tomatinhos-cereja, cenourinhas e frutas no geral. O nutrólogo Abib Maldaun dá outras dicas que são facilmente encontradas em qualquer mercado:

  • Barrinha de gergelim: pode ser comprada em farmácias, mercados e lojas de produtos naturais. É rica em gorduras boas, minerais e fibras, mantém a saciedade e nutri o organismo.
  • Cookies integrais: no mercado já é possível encontrar opções de marcas de cookies integrais orgânicos e com porções para um lanche em saquinhos individuais.
  • Chocolate 50% cacau: os chocolates amargos são ricos em cacau, ótima fonte de antioxidantes (nutriente que retarda o envelhecimento), além de ajudar no controle da vontade de doces.
     

Falsos saudáveis

E existem, também, alimentos que são divulgados como amigos da saúde, mas, na verdade, não passam de grandes vilões. Costumam ser ricos em aditivos químicos, açúcares e gorduras. Em contrapartida, são pobres em nutrientes importantes para o funcionamento adequado das células. “Embutidos, inclusive o peito de peru, possuem sódio e conservantes aos montes. Portanto, não são recomendados”, alerta Paciulo, que não recomenda o consumo dos seguintes alimentos:

  • Barrinhas de cereais: segundo o nutricionista, a maioria é uma bomba de açúcar e gorduras.
  • Chocolates ao leite ou recheados: são ricos em açúcar e gorduras, além de terem pouco cacau em sua composição.
  • Biscoitos, pães e bolachas: ricos em carboidratos refinados e pobres em fibras, contribuem para o ganho de peso e a compulsão alimentar.
  • Refrigerante zero ou sucos artificiais light e diet: ricos em aditivos químicos e sódio, sobrecarregam o fígado e, ao contrário do que muita gente acredita, em nada contribuem para a manutenção de peso.

Fonte: Matéria por Karin Paciulo, Nutricionista.

-
PLAMHUV - Saúde é o mais importante.
(31) 3891-1800 - www.plamhuv.com.br

Mais lidas

Filtro por data

« Janeiro 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31