Notícias

Estas 7 dicas de saúde para o verão ajudam a aumentar a saúde e o bem-estar, aproveitando todos os benefícios dessa época do ano, que incluem férias, praia, piscina e carnaval. Abaixo confira algumas dicas de saúde importantes: 

  1. Beber água ou líquidos não açucarados, cerca de 2 a 3 litros de água durante o dia para não desidratar;
  2. Evitar exposição solar direta nas horas de muito calor, entre as 10 e as 15 horas;
  3. Passar protetor solar 15 minutos antes de sair de casa e repassar de 2 em 2 horas, principalmente se for à praia;
  4. Usar chapéu ou boné quando estiver ao sol, mesmo ao caminhar na rua normalmente e usar roupas leves  e claras que absorvam menos o calor;
  5. Comer frutas, verduras e legumes crus ricos em água como alface, chuchu, pepino, rabanete, nabo, tomate, couve-flor, melancia, melão, abacaxi, maçã, cenoura, banana, goiaba e clara de ovo;
  6. Evitar beber bebidas alcoólicas e refrescos açucarados, pois o álcool aumenta a perda de água pelo corpo;
  7. Evitar permanecer em locais fechados e sem ventilação.

O ar condicionado pode ser um problema no verão pois aumenta a presença de bactérias, vírus ou ácaros no ar e retira umidade do ar, agravando as alergias. Por isso, deve-se limpar os filtros do ar condicionado com frequência, usar um vaporizador, ou colocar uma panela, ou balde com água, para umidificar o ar evitando assim problemas respiratórios. Adotar estes cuidados é importante para evitar a desidratação e doenças como rinite, bronquite e asma, assim como a brotoeja, porque estas doenças são muito comuns no verão devido o aumento do suor, baixa umidade do ar e proliferação de micro-organismos. Passar repelente no corpo é outra dica para o verão, porque há mais mosquitos e na fase das chuvas pode ocorrer epidemia de dengue. Plantar citronela no jardim e usar velas repelente com óleos e essências de citronela é uma ótima forma de passar as noites de verão de forma agradável e segura.

A pressão baixa, também conhecida como hipotensão, é quando a pressão arterial é muito baixa para o fluxo de sangue. Pode-se considerar pressão baixa quando atinge um nível igual ou inferior a 9 por 6(90 mmHg x 60 mmHg). Os sintomas mais comuns na pressão baixa é a sonolência nos dias mais quentes, podendo evoluir para tonturas, principalmente ao levantar, e até mesmo desmaios. Sendo mais comum em jovens, com tendência a normalização dos níveis na idade adulta. Em geral, as causa da queda de pressão estão ligados à falta de ventilação nos ambientes, desidratação, realização de movimentos bruscos, como: levantar-se muito rápido ao acordar, e alguns fatores ambientais, como calor excessivo e dias abafados.

Para evitar queda de pressão arterial, que causa um mal-estar não esperado, é necessário ficar atento a algumas recomendações: 

1. Não permaneça por longo tempo em lugares quentes, inclusive banhos quentes;

2. Não utilizar roupas quentes, que causem sensação de calorão;

3. Evitar mudança de hábitos alimentares, somando a atividade física e perda de peso;

4. Ter um dieta saudável, com muitas frutas e verduras, além de ingerir bastante líquido;

5. Praticar exercícios físicos regularmente e manter o peso dentro dos padrões saudáveis;

6. Não fumar;

7. Em momentos de ansiedade deve-se tomar água para hidratar o corpo;

8. Beber bastante liquido durante os exercícios físicos e evitar mudanças bruscas de posição;

9. Durante a prática esportiva, há liberação de substâncias vasodilatadoras benéficas e maior produção de suor, o que causa desidratação. Tudo isso propicia a queda de pressão.

ATENÇÃO: É necessário ficar atento a frequência em que a queda de pressão acontece, pois, a temperatura pode não ser o único fator a estar afetando a sua pressão arterial. Por isso, é sempre bom procurar a orientação de um médico e conferir se está tudo ok com a saúde do seu corpo!

-

PLAMHUV - Saúde é o mais importante.
(31) 3891-1800 - www.plamhuv.com.br

Você sabia que todas as pessoas precisam passar pelo médico especializado em dermatologia? Achou exagero? Não, nada disso! Essa especialidade da medicina é responsável por estudar a pele e seus anexos: pelos, mucosas, cabelo e unhas.
 
O dermatologista é capaz de orientar, avaliar e diagnosticar as reais condições de sua pele. Além disso, você poderá tirar todas as suas dúvidas sobre manchas, acne, linhas de expressão, suor excessivo, queda de cabelo ou unhas fracas e quebradiças - entre outras coisas.
 
Cuidar de sua saúde e evitar doenças relacionadas aos problemas de pele e seus anexos depende de uma atitude sua: ir ao consultório de um dermatologista e cumprir com as orientações e tratamentos médicos. Não dê bobeira, cuide-se!
-
 
É beneficiário PLAMHUV? Consulte a rede de médicos credenciados.
(31) 3891-1800 - www.plamhuv.com.br
PLAMHUV - Saúde é o mais importante.

Apesar de comum, cuidar dos filhos, da casa e trabalhar fora não é tarefa fácil. As 24 horas do dia deixam de ser suficientes e, sem perceber, o desleixo consigo mesmo acaba tomando conta.

Quando isso acontece, é preciso parar tudo, respirar fundo e conscientizar-se de que manter uma alimentação equilibrada é imprescindível para dar conta do recado.

Separamos algumas dicas de lanches para levar pro trabalho e continuar no pique! Confira:

  • Suco detox: você pode fazer em casa e levar em uma garrafinha para o trabalho. Dá sensação de bem-estar, desintoxica o fígado e é supernutritivo. Bata no liquidificador: maçã, abacaxi, limão, linhaça e uma folha de couve.
     
  • Mix de frutas desidratadas e castanhas: basta misturar o que tiver em casa de frutas desidratadas e castanhas! A porção de um pires fornece minerais, aminoácidos importantes para o funcionamento do metabolismo e do cérebro. É só colocar as porções em saquinhos individuais e carregar na bolsa para qualquer hora do dia.
     
  • Abacate com mel e limão: o abacate é uma fruta incompreendida, na qual vale a pena investir. Rico em gorduras importantes e compostos bioativos, ele contribui para saciedade, controla a compulsão alimentar, diminui a resistência à insulina e reduz a circunferência abdominal – ou seja, ajuda a perder aquela barriguinha indesejada! Olha, que beleza!
     
  • Sanduíche de pão integral com pasta nuts: pasta nuts é feita com castanhas, óleo de coco, linhaça e mel. Um lanche e tanto! É só bater no processador, até virar uma pasta:
    • 200 g de nozes
    • 200 g de amêndoas
    • 200 g de castanha-do-pará
    • 20 ml de óleo de coco
    • Semente de linhaça a gosto e mel
       
  • Sanduíche ou torradas integrais com patê de tofu: o tofu é uma ótima fonte de proteína vegetal. Além disso, contém as isoflavonas da soja, nutriente importantíssimo para qualquer mulher - principalmente as que estão na pré-menopausa, pois diminui os sintomas ruins.
    • 120 g de tofu (½ pacote)
    • 5 unidades de tomates secos (conserva em azeite de oliva)
    • 3 colheres (sopa) de azeite de oliva
    • Sal, orégano, temperos a gosto
    • Água morna para dar o ponto
      Cozinhe o tofu no vapor até amolecer (cerca de 5 minutos). Ainda quente, bata o tofu no liquidificador com os outros ingredientes. Coloque os temperos a seu gosto. Acrescente água morna até a consistência desejada. Guarde na geladeira. Dica: o tomate seco pode ser substituído por cenoura ou beterraba cozidas.
       
  • Bolo de banana integral de aveia: rico em fibras e delicioso, uma fatia dele nos horários dos lanchinhos intermediários ajuda a manter a saciedade por mais tempo e fornece energia, além de ser rico em fibras, vitaminas e minerais. A banana também é fonte de triptofano, um aminoácido essencial para formação de serotonina (hormônio do bem estar). Anote a receita superfácil:
    • 5 bananas nanicas maduras
    • 1 cenoura
    • ½ xícara (chá) de óleo de canola
    • 3 ovos
    • 2 xícaras (chá) de aveia
    • ½ xícara (chá) de açúcar mascavo
    • Castanhas picadas, canela e linhaça a gosto
    • 1 colher (sopa)  de fermento em pó
      Bata as cenouras as bananas, os ovos e o óleo no liquidificador. Misture numa travessa os ingredientes secos. Depois, misture a massa batida no liquidificador. Coloque no forno para assar.
       

Se não tiver tempo, mesmo...

Algumas comidinhas rápidas já vêm prontas da natureza e são uma mão na roda, tais como tomatinhos-cereja, cenourinhas e frutas no geral. O nutrólogo Abib Maldaun dá outras dicas que são facilmente encontradas em qualquer mercado:

  • Barrinha de gergelim: pode ser comprada em farmácias, mercados e lojas de produtos naturais. É rica em gorduras boas, minerais e fibras, mantém a saciedade e nutri o organismo.
  • Cookies integrais: no mercado já é possível encontrar opções de marcas de cookies integrais orgânicos e com porções para um lanche em saquinhos individuais.
  • Chocolate 50% cacau: os chocolates amargos são ricos em cacau, ótima fonte de antioxidantes (nutriente que retarda o envelhecimento), além de ajudar no controle da vontade de doces.
     

Falsos saudáveis

E existem, também, alimentos que são divulgados como amigos da saúde, mas, na verdade, não passam de grandes vilões. Costumam ser ricos em aditivos químicos, açúcares e gorduras. Em contrapartida, são pobres em nutrientes importantes para o funcionamento adequado das células. “Embutidos, inclusive o peito de peru, possuem sódio e conservantes aos montes. Portanto, não são recomendados”, alerta Paciulo, que não recomenda o consumo dos seguintes alimentos:

  • Barrinhas de cereais: segundo o nutricionista, a maioria é uma bomba de açúcar e gorduras.
  • Chocolates ao leite ou recheados: são ricos em açúcar e gorduras, além de terem pouco cacau em sua composição.
  • Biscoitos, pães e bolachas: ricos em carboidratos refinados e pobres em fibras, contribuem para o ganho de peso e a compulsão alimentar.
  • Refrigerante zero ou sucos artificiais light e diet: ricos em aditivos químicos e sódio, sobrecarregam o fígado e, ao contrário do que muita gente acredita, em nada contribuem para a manutenção de peso.

Fonte: Matéria por Karin Paciulo, Nutricionista.

-
PLAMHUV - Saúde é o mais importante.
(31) 3891-1800 - www.plamhuv.com.br

O suco de berinjela é um excelente remédio caseiro para o colesterol alto, que serve para baixar seus valores de forma natural.

A berinjela contém um alto teor de substâncias antioxidantes, especialmente na casca. Por isso, ela não deve ser retirada no preparo do suco.

Pode-se, ainda, consumir a berinjela de outras formas, seja cozida ou assada, para um maior efeito protetor sobre o fígado e, consequentemente, baixar o colesterol.
-
PLAMHUV - Saúde é o mais importante.
(31) 3891-1800 - www.plamhuv.com.br

O Ministério da Saúde oferece camisinhas femininas pelo Sistema Único de Saúde e está divulgando sua distribuição durante as olimpíadas e paraolimpíadas.

A camisinha feminina é uma "bolsa" feita de um plástico macio, o poliuretano, que é um material mais fino que o látex do preservativo masculino. Essa bolsa recebe o líquido que o homem libera na relação sexual, impedindo o contato direto dos espermatozóides com o canal vaginal e com o colo do útero da mulher, evitando assim a transmissão de doenças sexualmente transmissíveis, a transmissão do HIV, e prevenindo a gravidez não planejada.

Além disso, as mulheres podem assumir o comando naquela discussão difícil - e frequente -  sobre usar ou não o preservativo na hora H (mesmo que todo mundo saiba que o certo é usar sempre, e fim de papo). O lado ruim é que nem todo mundo sabe ao certo como usar a camisinha feminina e como lidar com esse "corpo estranho" na vagina.

Listamos 5 bons motivos para você dar uma chance ao preservativo feminino:

1. Dupla proteção
Além da gravidez  indesejada, o preservativo das mulheres é eficaz na prevenção contra doenças sexualmente transmissíveis, como a hepatite B, a Sífilis e o HIV. No caso do HPV e da herpes, ela oferece maior proteção que as camisinhas masculinas, por abranger uma área maior de contato genital, como os grandes lábios.

2. Menor perda de sensibilidade
Segundo informações do “Manual de Orientação em Anticoncepção” da Febrasgo, o preservativo feminino é confortável tanto para o homem quanto para a mulher, fácil de remover e proporciona menor perda de sensibilidade que os preservativos masculinos.

3. Não precisa esfriar o clima
A camisinha feminina pode ser colocada até 8 horas antes da relação sexual sem nenhum prejuízo de eficácia.

4. O poder é seu
Quando a decisão de usar camisinha parte de você, dificilmente o parceiro vai "cancelar" a transa por causa disso. Agora, as chances de ter uma relação sexual com a proteção devida dobraram.

5. É fácil de colocar
Não tem mistério: a camisinha feminina deve ser colocada da mesma forma que um absorvente interno ou diafragma. “Deitada, sentada ou com uma das pernas levantadas, é só dobrar a o anel que tem fundo e introduzir o máximo possível na vagina”, explica Vera Fonseca, diretora administrativa da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo).  O lado que não tem fundo é o anel que fica do lado de fora da vagina. É por ali que o pênis vai entrar. “Caso a mulher não se sinta segura, ela pode praticar a inserção apenas como um treino, sem ter relações naquele dia”, orienta.

Se você vai usar, não esqueça que...

 - A camisinha deve estar na vagina antes de qualquer contato físico mais quente. Entre 17 e 51,1 % das pessoas afirmaram que colocam o preservativo após o início da relação sexual, e isso invalida a função do preservativo.

- É preciso tomar cuidado com os objetos cortantes ou pontiagudos na hora de abrir o pacote. Entre 2,1 e 11,2% das pessoas afirmaram que abriram os preservativos com objetos cortantes ou com os dentes.

- Antes de transar, é importante conferir se a camisinha está em boas condições e dentro da data de validade. 82,7% das mulheres e 74,5% dos homens não verificaram o estado do preservativo antes do uso.

- Escolher bem o lubrificante é fundamental. Em 4,1% das relações sexuais, as pessoas afirmaram usar lubrificante à base de óleo, que, em contato com o látex, pode degradar o preservativo.

Fonte: REDAÇÃO M DE MULHER

-

PLAMHUV - Saúde é o mais importante.
(31) 3891-1800 - www.plamhuv.com.br

Diante de tantas opções nos supermercados fica difícil escolher qual tipo de óleo levar para casa. A dúvida não fica somente entre os preços variados, mas sim em entender qual é a melhor opção para a sua saúde e de sua família.

Ao cozinhar um determinado óleo em alta temperatura suas estruturas moleculares mudam, promovendo uma oxidação que resulta na formação de aldeídos que, mesmo que em pequenas quantidades, estão relacionados a um risco maior de câncer e doenças do coração. Após as analises, foi descoberto que os óleos de milho e de girassol, ricos em poliinssaturados, geravam altos níveis de aldeídos.

Em contrapartida, de acordo com uma pesquisa, o azeite, óleo de canola, manteiga e a banha animal produziram muito menos aldeídos, pois são ricos em ácidos graxos monoinsaturados e saturados que não sofrem tanto com o impacto do calor e gorduras saturadas raramente passam pelo processo de oxidação.

Segundo o professor Martin Grootveld, que liderou o estudo, o melhor óleo para fritar e cozinhar é o azeite. Ele afirma que os compostos tóxicos são gerados em baixa quantidade e menos maléficos para o corpo humano. A pesquisa também sugere que manteiga ou banha animal são mais indicadas do que óleo de girassol e de milho.

Fonte: Bolsa de Mulher / Por Paulo Nobuo

-
PLAMHUV - Saúde é o mais importante.
(31) 3891-1800 - www.plamhuv.com.br 

Na correria do dia a dia, nunca temos tempo de preparar uma refeição completa, e sempre acabamos deixando alimentos estragarem. O congelamento é muito útil, mas o processo exige cuidados. 

Ao contrário do que se pensa, os alimentos congelados têm sua qualidade e seus nutrientes garantidos pelo processamento e congelamentos corretos.

Etapas do congelamento:

  • Separe alimentos de boa qualidade e limpos;
  • Faça os procedimentos necessários para cada tipo de alimento (veja abaixo);
  • Coloque em embalagens adequadas como potes plásticos, vidro ou sacos plásticos próprios para alimentos em quantidades pequenas, ideais para o consumo de uma refeição, tentando retirar o ar se possível, com uma bombinha específica ou um canudo;
  • Identifique com uma etiqueta contendo data de fabricação e data de validade;
  • Coloque no freezer na temperatura adequada, abaixo de 18ºC;
  • Conserve os alimentos congelados numa temperatura de -18ºC por até 3 meses; Nunca re-congele os alimentos.

Congelamento de frutas:

As frutas devem ser limpas e os caroços devem ser retirados. Armazene as frutas na quantidade exata que você ou sua família consomem. Coloque uma etiqueta com os dados descritos acima e coloque na embalagem. As frutas congeladas devem ser consumidas em preparações como bolos, tortas, vitaminas, sucos entre outros.

Congelamento de hortaliças:

Para congelar hortaliças é necessário usar uma técnica chamada branqueamento, que conserva melhor as características como sabor, cor, textura, além de provocar também uma diminuição na atividade enzimática e na proliferação de bactérias.

O branqueamento se refere à lavagem correta das hortaliças, onde devem ser retiradas as partes estragadas. Em seguida, deve-se submergir o alimento em água fervente e rapidamente colocá-lo em água fria, para que ocorra o choque térmico e pare o cozimento.

Siga os passos abaixo:

  1. Branquear (escaldar) os vegetais em 2,5 litros de água, mergulhando cerca de 300g cada vez, com o auxílio de uma peneira. Os vegetais deverão ficar imersos na água fervente pelo tempo indicado na tabela. A mesma água pode ser usada para até 8 porções do mesmo tipo de vegetal, aguardando-se levantar fervura antes de mergulhar nova porção (para vegetais diferentes é necessário trocar a água).
  2. Resfriar os vegetais no mesmo espaço de tempo em que foram escaldados, também com o auxílio da peneira. Passar primeiramente os vegetais em água fria corrente e em seguida mergulhá-los em água com gelo.
  3. Secar bem, embalar e etiquetar.

Congelamento de carnes:

As carnes, bem como aves e peixes, devem ser limpas e as partes não comestíveis (como a gordura excedente) devem ser retiradas. Esses alimentos devem ser armazenados na quantidade em que serão consumidos.

Congelamento de alimentos pré-preparados:

Prepare os alimentos com pouco tempero e não exceda o tempo no fogo, já que os alimentos serão aquecidos novamente.

Após o preparo dos alimentos, coloque-os em embalagens adequadas, na quantidade a ser consumida em uma refeição, em seguida coloque a embalagem do alimento pronto em cima de um recipiente com água fria e gelo. Depois, coloque o alimento no refrigerador e após o resfriamento, coloque no freezer.

Temperos:

  • Alho – descascar e colocar os dentes num pote rígido, cobertos com óleo; retirá-los conforme a necessidade, com o auxílio de uma colher.
  • Cebola – picada ou cortada em rodelas: proceder como no caso do alho; inteira: tirar a pele e colocar quantas quiser num saco plástico, extraindo o ar; ralar a cebola ainda congelada e guardar as restantes sem esquecer de extrair o ar.
  • Salsinha e demais temperos verdes deve ser lavados, secos e guardados num recipiente plástico com tampa, compactando bem; retirar cada porção necessária raspando com uma colher; preencher com um plastico ou papel alumínio o espaço entre o tempero e a tampa antes de guardar a quantidade não utilizada. Obs.: Tempo de conservação do Alho, Cebola e Salsinha é de 6 meses.

Alimentos que não devem ser congelados:

Ovo com casca, maionese, chantilly, iogurte, folhas (alface e etc), pudins em geral, batata, pepino, salsão, creme de leite, queijos cremosos, cremes engrossados com maisena e etc…

Descongelamento:

Os alimentos devem ser descongelados sempre colocando o alimento no refrigerador, em forno de microondas ou em temperatura ambiente por no máximo 4 horas, sempre com a embalagem adequada.

Fonte: Site Receitas de Minuto / Por: Gisele Souza

-
PLAMHUV - Saúde é o mais importante.
(31) 3891-1800 - www.plamhuv.com.br

Em qualquer salão de beleza deve existir a preocupação com a saúde do cliente e de seu funcionário, sendo favorável um ambiente claro e/ou bem iluminado, com ventilação adequada, piso de fácil limpeza e uso de luvas descartáveis em todos os procedimentos.
 
Listamos cinco dicas para você observar no salão:
 
1 – Esterilização: os salões de beleza devem ter as autoclaves, compartimentos responsáveis pela esterilização de objetos metálicos, como o alicate. Isso evita a transmissão de vírus e bactérias pelo instrumento.
 
2 – Lixa: tem a lixa comum de unha, tem a de polimento e a dos pés. Todas elas apresentam perigo à saúde se não forem individuais e descartáveis. O riso de contaminação é por fungo, que causa micose.
 
3 – Barba e depilação: a barba está na moda e salões especializados nela estão cada vez mais populares. Alguns detalhes também devem ser observados nesse caso: a lâmina da máquina de corte e a tesoura devem ser esterilizadas e a navalha é descartável.
 
4 – Maquiagem: kit de pincéis deve estar limpo, mas o ideal é levar o seu. Batom, delineador e máscara para cílios nunca devem ser compartilhados.
 
5 – Alergia: sempre testar tinturas e esmaltes antes de usar.
-
PLAMHUV - Saúde é o mais importante.
(31) 3891-1800 - www.plamhuv.com.br

Ter que levantar à noite para ir urinar pode ser um problema. Isso interrompe o ciclo do sono e acordamos mais cansados, o que, a longo prazo, vai tirar nossa qualidade de vida. 

Essa doença é chamada de “nictúria” e, embora seja frequente, sobretudo em pessoas mais velhas, também pode ser sofrida por pessoas mais jovens devido a problemas de saúde muito específicos.
Listamos algumas possíveis causas:

Insônia

É habitual que as pessoas que padeçam de insônia sintam a necessidade de ir várias vezes ao banheiro. Não é sintoma de nenhuma doença. Trata-se simplesmente da sensação de nos limpar um pouco e vamos ao  banheiro para nos relaxar. Não significa um problema serio e, como dizemos, é uma coisa muito característica nas pessoas que têm dificuldades para conciliar o sono.

Bexiga hiperativa

Esse tipo de patologia é muito habitual entre as mulheres de maior idade e, em geral, pode estar associada a diversas doenças como, por exemplo, uma simples cistite, diabetes tipo 2 ou, inclusive, é possível que se padeça de bexiga hiperativa depois de ter sofrido um derrame cerebral. Como dizemos, é uma patologia frequente em pessoas maiores e que deriva, por sua vez, de outras doenças.

Cistite

Padecer de uma cistite é mais habitual nas pessoas mais jovens e, em especial, nas mulheres. Há épocas em que, de repente, sentimos a urgência por ir ao banheiro com mais frequência e, quando urinamos, ou sentimos dor ou notamos a sensação de que não esvaziamos por completo a bexiga.

Para tratar uma cistite é necessário primeiro saber qual é a sua causa, que pode ser uma simples infecção derivada de alguma bactéria ou inclusive vir de algum problema renal. Será sempre seu médico quem irá diagnosticar o problema e oferecer o tratamento mais adequado para o seu caso.

Determinados remédios

É outro fator que você deve ter em conta. Há muitos remédios que estimulam a micção e que, por sua vez, nos produzem certa inflamação na bexiga ou alguma doença nos rins. Se seguir algum tratamento, nunca descuide dos efeitos secundários ou dos sintomas que eles possam provocar.  Frente a qualquer dúvida, consulte seu médico.

Diabete

A presença de glicose no sangue tem como consequência um aumento da urina, desidratação, suores e, sobretudo, nictúria. Nunca passe por cima desses sintomas, em especial levantar entre 3 e 6 vezes à noite for um hábito na sua vida. Não se descuide desse problema.

Ter bebido muito líquido ao longo do dia

Não tem maior importância e, sem dúvida, é algo muito específico. Há dias em que bebemos um pouco mais de água, de refrigerantes ou sucos, ou inclusive é possível que em alguma festa você tenha bebido um pouco mais de álcool. Tudo isso leva a que tenhamos que levantar mais vezes à noite para “evacuar” todo esse líquido.

Todos esses problemas tendem a ser mais frequentes em idades avançadas, apesar de haver casos em jovens, especialmente casos de bexiga hiperativa. Mas se o problema se tornar recorrente ou incômodo é recomendável procurar um especialista.
-
PLAMHUV - Saúde é o mais importante.
(31) 3891-1800 - www.plamhuv.com.br
 
Página 1 de 2

Mais lidas

Filtro por data

« Fevereiro 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28